A outra opção de backup no Azure SQL Database

Olá pessoal,

O nome da postagem não ficou legal, eu sei, mas o motivo desse post é para mostrar a segunda opção disponível de backups no Azure SQL Database. Lá nos tempos primordios quando ainda não existia o backup nativo feito pela propría Microsoft, essa era a unica maneira de assegurar que você não perderia seus dados em caso de um desastre completo do Datacenter e que caso você não tivesse alta disponibilidade configurada. Sendo assim, é importante nós sabermos que essa opção ainda existe e como utilizar.

Bom, a primeira maneira existente de backup no Azure SQL Database foi através da exportação seja ela manual ou automática do seu banco de dados, e essa exportação gera um arquivo que conhecemos chamado de bacpac que é utilizado no Data Tier Application onde você possuí uma cópia do seu banco de dados com schemas, tabelas e dados, porém o formato de armazenamento não é o .bak, mas sim o .bacpac. A seguir, vamos ver então como configurar essa exportação automatica do seu banco.

Apenas para lembrar, você consegue realizar a exportação do seu banco de dados nas duas consoles do Microsoft Azure, seja ela através do endereço: http://manage.windowsazure.com ou através do endereço: http://portal.azure.com porém a exportação automática é apenas através da primeira console citada e será essa que vou utilizar nessa demonstração.

O primeiro passo será você visualizar todos os bancos de dados disponíveis e clicar no banco que você achar necessário.

image

Acessando o banco de dados você irá visualizar a seguinte tela e precisará clicar em “configurar” ou “configure”

image

Nessa tela de configuração, você terá quase todas as opções necessárias para criar com sucesso a exportação do banco de dados. Quando você acessa essa tela, a Microsoft ja te avisa que ela mesma ja realiza os backups dos seus bancos de dados, então você não precisa se preocupar com o mesmo caso não deseje.

image 

 

Como demonstra a figura acima, clique em “AUTOMÁTICO” ou “AUTOMATIC” caso a console esteja em Inglês e realize as configurações abaixo.

image

Nessa tela acima, existem dois detalhes muito importantes e que na qual eu preciso citar!

1) Conta de Armazenamento.

Sem uma conta de armazenamento você não consegue realizar essa exportação. Se você não sabe como criar uma conta você pode verificar esse pequeno artigo que criei: Como criar uma storage account

Outro fator importante é que pelo fato de você estar utilizando um serviço de armazenamento no Azure, você também irá pagar por isso. Esse artigo logo abaixo explica os preços para cada um dos tipos de armazenamento disponíveis no Azure.

https://azure.microsoft.com/en-us/pricing/details/storage/

2) Frequência das cópias.

É importante ressaltar que a cópia do seu banco de dados não feito da base de produção. O que a Microsoft faz é realizar uma copia desse banco no mesmo servidor e a partir dessa cópia realizar a exportação para a Storage Account. Acredito que um dos fatores para esse comportamento é o fato dessa exportação poder gerar uma queda de performance na sua base de produção, algo que a Microsoft não quer para você.

Outro detalhe muito importante é que essa cópia realizada gera custos de hospedagem do banco, pois ele será criado no mesmo Service Tier, então leve isso em consideração. A Microsoft também não apaga a cópia do banco de dados após a exportação realizada, então você manualmente ou através do Azure Scheduler realizar o drop desse banco.

Por padrão no momento da configuração da exportação, a interface ja traz para você um agendamento default, mas você pode trocar para melhor ajustar a sua necessidade. Apenas para demonstração mudei o agendamento para executar logo após a configuração e vou mostrar para vocês como fica na console do Azure após o export finalizado.

1) Cópia da base de dados

image

2) Storage Account: azuresqldbbkp

Clique em “CONTÊINERES”

image

 

3) Clique sobre o container criado.

image

4) Visualização do arquivo .bacpac gerado automaticamente.

image

Bom pessoal, só queria mostrar para vocês uma outra maneira de se realizar o backup da base de dados caso desejem. Particularmente eu não recomendo como estratégia de backup, já que a Microsoft realiza o procedimento nativo e muito melhor para todos bancos de dados.

Espero que tenham gostado e até a próxima.
Marcos Freccia
Data Plataform MVP

Sobre Marcos Freccia

MVP em SQL Server (Data Plataform) , especialista em SQL Server, e atualmente trabalhando com Microsoft Azure!

Publicado em dezembro 21, 2015, em SQL Azure, SQL Server, VirtualPass, Windows Azure e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: